Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

© A história de Katja e Andrey

© A história de Katja e Andrey

Qui | 01.04.21

© o Diário de Katja #4

© o Diário de Katja

(capítulo #3)

um casal de russos tinha comprado o apartamento ao lado e faziam-lhe as compras, levavam-na às consultas e a passear. a qualidade de vida da minha avó melhorara o que me deixou feliz, mas era uma faca de dois gumes. o teu pai trouxe-me o dossier para me sossegar, apesar de ambos sabermos que poderia servir como meio de chantagem da parte do comité. acontece que eu deixara de ter medo de morrer. só o teu pai o compreendeu durante a luta com Ulisses e isso assustou-o. tinha medo de me perder, disse-me antes de partir para a guerra. eu prometi-lhe que o esperava. só a Madre sabe: nós casámos em 1939, antes da tua concepção. tivemos como padrinhos a santa padroeira de Inglaterra: Nossa Senhora de Walsingham e o padroeiro de Londres: São Paulo. estávamos desde 1937 a trabalhar em Inglaterra. eu tinha 21 anos quando cá cheguei e o teu pai tinha 26. Andrey tem uma aptidão para ler as pessoas, pressente se têm segredos, se são corruptíveis, se deixaram de ter medo. é um dom que ele exercita e exerce naturalmente.

(continua)